A Companhia de Gás do Ceará (Cegás) está implantando uma nova linha tronco para transporte de gás natural entre Fortaleza e o município de Aquiraz, de modo a atender a crescente demanda de condomínios e indústrias que se instalam daquela área ao leste da Capital. O gasoduto subterrâneo terá 24,9 km de extensão atravessando, além de Fortaleza, os municípios de Aquiraz e Eusébio. O equipamento está 80% concluído e deverá ficar pronto ainda em junho próximo. O investimento é de R$ 19,5 milhões. O gasoduto está utilizando tubulação de 10 polegadas de diâmetro, feitas de aço-carbono, podendo transportar até 500 mil metros cúbicos de Gás natural por dia. Em Fortaleza a Linha passa pelos bairros de Messejana, Cambeba, Cidades dos Funcionários, Engenheiro Luciano Cavalcante, Guararapes, Cocó e Papicu em Fortaleza. A implantação está sendo executada pela Construtora Elevação Ltda. Edgard Bastos, gerente comercial da Cegás, explica que o equipamento dará maior segurança operacional ao sistema ao atingir a linha tronco já existente – que já possui mais de trinta anos de implantação – partindo de um ponto de entrega da Petrobras no Mucuripe até o Distrito Industrial em Maracanaú. A nova linha beneficia ainda o Pólo Industrial Tecnológico da Saúde (PITS), em implantação no município de Eusébio, bem como os diversos condomínios implantados e projetados para aquela região. Cerca de 121 unidades industriais utilizam o gás natural disponibilizado pela Cegás em Fortaleza e na Região Metropolitana. A oferta para este segmento está hoje em torno de 300 mil m³/dia. Na indústria, o gás natural pode ser usado como combustível para fornecimento de calor, como matéria-prima em vários setores: químicos, metalúrgico, plástico, cerâmico, farmacêutico, têxtil, na geração de eletricidade e projetos de co-geração. Seu uso na indústria proporciona benefícios significativos para o meio ambiente, além de diminuir o custo operacional com manutenção de máquinas, transporte e armazenamento de combustível. O gás natural também provoca a otimização do uso de matérias-primas e consequente melhora nos processos de produção; aumenta a segurança, a eficiência dos equipamentos e a qualidade do produto final. Saiba mais: -O trajeto da nova Linha Tronco: Parte do Ponto de entrega da Petrobras no km 23 da rodovia BR-116, no município de Aquiraz, seguindo no sentido norte até o anel viário de Fortaleza no cruzamento com a CE-060, subindo para o norte e percorrendo toda a avenida Washington Soares (CE-040), passando pelos bairros Messejana, Cambeba, Cidade dos Funcionários, Luciano Cavalcante, Guararapes e Cocó indo se interligar com a antiga linha tronco no bairro do Papicu. -Em 2014, a Cegás, órgãos vinculado à Secretaria da Infraestrutura do Estado -Seinfra e formada pelo Governo do Estado, Gaspetro e recentemente pela Mitsui Gás do Brasil, distribuiu um total de 698,2 milhões de m³ de gás natural, sendo que, os segmentos residencial, de cogeração e comercial apresentaram variações positivas em relação ao ano de 2013, respectivamente nos montantes de 33,73%, 23,65% e 17,79%.

A Companhia de Gás do Ceará (CEGÁS), concessionária estadual de distribuição de gás natural canalizado no Estado, mudou sua composição acionária. O Grupo Vicunha, que junto com o Governo do Estado, representado pela Secretaria da Infraestrutura do Estado-SEINFRA, e a Petrobras Gás S.A – Gaspetro, formavam a empresa, repassou, ao final do ano passado, a sua parte na CEGÁS para o grupo japonês Mitsui Gás e Energia do Brasil (MGEB).A CEGÁS encerrou o ano de 2014 com um total de 6.319 usuários, com um acréscimo de 1.236, correspondendo a 24% a mais do que em 2013. Deve-se isto à nova política de captação de usuários, especialmente nos segmentos residencial e comercial. Dentre os usuários adicionados à carteira destacam-se o Shopping Rio Mar, Shopping Parangaba e o North Shopping Joquei, além da indústria Metal Mecânica Maia e o Edifício Cidades com 312 unidades habitacionais.

A Mitsui Gás e Energia do Brasil (MGEB) é uma holding 100% controlada pela Mitsui & Co. Ltd.(Japão), que possui participação societária em sete outras companhias de distribuição de gás natural no Brasil: Algás, Bahiagás, Compagás, Copergás, Pbgás, SCGás e Sergás.

Em 2014, a CEGÁS distribuiu um total de 698,2 milhões de m³ de gás natural. Sendo que, os segmentos residencial, de cogeração e comercial apresentaram variações positivas em relação ao ano de 2013, respectivamente nos montantes de 33,73%, 23,65% e 17,79% e os segmentos automotivo, industrial e térmico tiveram uma pequena redução da ordem de 1,34%, 0,40% e 3,35%.

Alinhada às estratégias de desenvolvimento sustentável e preservação do meio ambiente, a Companhia firmou contrato de aquisição de 70.000m³/dia de Gás Natural Renovável – GNR, também denominado biometano, que será gerado a partir da purificação do biogás extraído do Aterro Sanitário Metropolitano Oeste-ASMOC, situado no Município de Caucaia-CE. Este novo energético tem como vantagem o aproveitamento do lixo, a redução significativa da quantidade emitida para a natureza de dióxido de carbono (CO2) e de metano (CH4), gases intensificadores do efeito estufa.

André Facó assume a Seinfra

O engenheiro civil André Macêdo Facó assumiu nesta sexta-feira (2), o cargo de secretário da Infraestrutura do Estado, em solenidade às 9 horas no auditório da Seinfra, no Centro Administrativo do Governo do Estado. O evento reuniu funcionários, coordenadores, dirigentes de órgãos vinculados, familiares, autoridades e imprensa. Após assinatura do termo de transmissão de cargo, o ex-secretário, Adail de Carvalho Fontenele, destacou os principais trabalhos desenvolvidos pela Secretaria nos oito anos e os projetos que serão tocados. Em sua primeira fala como titular da Seinfra, André Facó disse reconhecer que terá pela frente grandes desafios mas que atuará sempre voltado ao atendimento às necessidades da população e no desenvolvimento do Estado.

 

Ao lado do pai, o ex-prefeito de Beberibe, Orlando Facó, da esposa, filhos, amigos e diretores da Cagece, órgão no qual esteve na presidência desde fevereiro 2013; André Facó se apresentou aos servidores da Seinfra afirmando que é necessário muito trabalho no sentido de atender às principais demandas da sociedade, mas que com otimismo e foco esse serviço deverá ser realizando a contento. “A Seinfra é um órgão que trabalha com um amplo espectro de serviços aos cearenses e com todo um trabalho de planejamento e equipe vamos saber cumprir nossa missão com eficiência necessária”, reforçou o novo Secretário. Para ele, desafios como a implantação de grandes obras de infraestrutura hora implantados pelo Governo do Estado mediante a Seinfra continuarão a ser tocados com a responsabilidade que merecem.

Adail Fontenele se despediu dos servidores apresentando ao novo titular da pasta os principais projetos realizados pela Secretaria, dentre eles, a finalização e operação da Linha Sul do metrô, o início das obras da Linha Leste – o maior investimento em uma obra já realizado pelo Estado -, e o projeto de transformação da Linha Oeste – já remodelada – em metrô. Também destacou os grandes investimento feitos na expansão do Porto do Pecém, o que resultou na expressiva posição que ocupa atualmente entre os portos nacionais. Por fim, agradeceu a dedicação dos servidores da Seinfra e vinculadas, nesses últimos oito anos.

 

Perfil

André Macêdo Facó é graduado e mestre em engenharia pela Universidade Federal do Ceará, possui MBA em gestão empresarial pela Fundação Getúlio Vargas. Começou a vida profissional na iniciativa privada, onde executou projetos de sistemas de escoamento sanitário, abastecimento d’água e tratamento de esgotos de diversos municípios cearenses.

A partir de 2004 também se dedicou ao magistério superior como professor nas Universidades Federal do Ceará, Centro Universitário do Maranhão e Unifor. Foi também vice-presidente da Associação Brasileira de Empresas de Saneamento.  Funcionário da Companhia de Água e Esgoto do Ceará – Cagece desde 2004, foi supervisor de desenvolvimento operacional, gerente de unidade de negócios e diretor de operações, cargo que ocupou até 2013 assumindo a partir daquele ano como diretor-presidente da companhia e a vice-presidência do conselho de administração.