lai

Acesso Rápido

O que você precisa?

Telefones Úteis

Página Inicial Noticias Lista de notícias Cegás apresenta experiência de distribuição do Gás Natural Renovável no 5º Seminário Nacional de Resíduos Sólidos
voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
Cegás apresenta experiência de distribuição do Gás Natural Renovável no 5º Seminário Nacional de Resíduos Sólidos PDF 
Ter, 22 de Maio de 2018 00:00

 

Evento reuniu especialistas e discute as perspectivas econômicas para o reuso resíduos sólidos

 

 

O gerente de Engenharia da Cegás, Vanderlan Alencar, fala sobre a experiência de distribuição de Gás Natural Renovável gerado a partir de resíduos sólidos no Aterro Sanitário de Caucaia (ASMOC)

 

O gerente de Engenharia da Companhia de Gás Natural do Ceará (Cegás), Vanderlan Alencar, apresentou nesta segunda-feira durante o 5º Seminário Nacional de Resíduos Sólidos, no auditório da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), em Fortaleza, a experiência da companhia na distribuição de Gás Natural Renovável gerado a partir de resíduos sólidos no Aterro Sanitário Municipal Oeste de Caucaia (ASMOC).

 

A apresentação ocorreu durante uma mesa redonda sobre a Geração de Energia a partir dos Resíduos Sólidos, que teve como mediador o professor do Departamento de Engenharia Hidráulica e Ambiental da Universidade Federal do Ceará, Suetônio Mota. Alencar falou sobre o Gasoduto, a Estação de Transferência e a Planta de Produção de Gás Natural Renovável, empreendimentos realizados por meio da parceria entre a  Cegás, Prefeitura de Fortaleza e a Gás Natural Renovável Fortaleza.

 

O Gasoduto foi construído pela Cegás, tem 23km e faz a distribuição do Gás Natural Renovável (GNR) proveniente do aterro sanitário da Região Metropolitana de Fortaleza para indústrias, veículos, comércio e residências da rede de clientes da empresa. O projeto está em funcionamento desde dezembro passado, se adequa à Política Nacional de Resíduos Sólidos, aprovada e sancionada em 2010.

 

O gás é produzido pela Gás Natural Renovável Fortaleza, que participava da mesa redonda representada pelo seu presidente, Hugo Nery, numa planta da unidade de captação e tratamento instalada no ASMOC. Inicialmente, toda a produção é destinada à Cerbras, indústria do setor de cerâmicas, que é a primeira do Brasil a ter sua produção abastecida com gás natural renovável canalizado.

 

A GNR Fortaleza possibilita a retirada do gás metano da superfície do Aterro e será a segunda maior do País, com capacidade para a produção inicial de 100.000 m³ de biometano, um combustível renovável compatível com as especificações do gás natural, usado para abastecer veículos, indústrias, comércio e residências.

 

O gás é gerado a partir da decomposição de resíduos orgânicos depositados no Aterro, principal destinação de todo o resíduo sólido recolhido em Fortaleza. Para a retirada de metano, foram instaladas tubulações que fazem a sucção de todo o metano da superfície do aterro. O processo de produção de biometano acontece a partir da separação de CO2 do metano e da remoção de contaminantes.

 

Além da geração de energia, também será possível evitar que mais de 610 toneladas de CO2 sejam lançadas na atmosfera anualmente, equivalentes à retirada diária de mais de 800 mil litros de diesel do setor de transportes. Isso contribui para minimizar a emissão de gases de efeito estufa, contribuindo positivamente para as futuras gerações.

 

Foto: Marcone Teles- Prática Eventos

 

 

 

 

 

Paulo Mota

Assessor de Comunicação e Marketing da Cegás

http://www.cegas.com.br

E-mail:  Este endereço de e-mail está protegido contra SpamBots. Você precisa ter o JavaScript habilitado para vê-lo.

Tel: 085 3266-6924

Cel: 085 98902.5661

 

Serviços

Agenda - Junho 2018

Do Se Te Qu Qu Se Sa
27 28 29 30 31 1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30

Companhia de Gás do Estado do Ceará - Av. Washington Soares, 6475, Bairro José de Alencar; CEP. 60.830-005; Fortaleza-CE Brasil. Ver visualização no mapa

Fone: (85) 3266.6900, Call Center:0800 2800.069

© 2018 - Governo do Estado do Ceará. Todos os direitos reservados.