CEGÁS leva gás natural para indústrias de insumos usados contra o coronavírus

O presidente da Companhia de Gás do Ceará (CEGÁS), Hugo Figueirêdo, e o diretor Técnico e Comercial, Flávio Barros, visitaram hoje, em Eusébio, a obra que vai levar gás natural canalizado para as indústrias Fresenius Kabi e Relife, que desenvolvem atividades voltadas de forma direta ou indireta ao combate do coronavírus (COVID-19).

A fábrica da Fresenius Kabi, empresa de assistência médica global especializada em medicamentos e tecnologias para infusão, transfusão e nutrição clínica, está localizada em Aquiraz. A unidade emprega 800 pessoas e produz vacinas, frascos de soros e soluções parenterais de grande volume, com distribuição em todo o país e exportação para a Argentina. Já a Relife, localizada também em Aquiraz, é especializada em fabricar embalagens para produtos alimentícios.

A obra iniciada em fevereiro vai levar o gás natural por meio de um gasoduto em aço carbono, com extensão de seis quilômetros. Além de atender as duas indústrias, o empreendimento vai elevar e estabilizar as pressões na rede de distribuição da CEGÁS e possibilitar a expansão da base de clientes na região.

Figueirêdo diz que fez questão de acompanhar o andamento das obras por causa da importância do empreendimento e para sinalizar que a CEGÁS está atuando na construção da infraestrutura necessária para o fortalecimento do setor produtivo, principalmente, no segmento que atua direta ou indiretamente no combate ao coronavírus.

“Reorganizamos o cronograma de obras e priorizamos aquelas ligadas ao suprimento de atividades relacionadas ao enfrentamento do coronavírus, e à garantia da continuidade do serviço de distribuição de gás natural, que é uma atividade essencial”, disse Figueirêdo.

Segundo Figueirêdo, a CEGÁS continua trabalhando, seguindo estritamente as normas de segurança com os seus colaboradores e fornecedores, para que, nesse momento, “as pessoas possam ficar nas suas casas com conforto, saúde e segurança”, afirmou.

No fim de semana passado, a CEGÁS criou uma força tarefa, trabalhou dia e noite e conseguiu levar gás natural canalizado para o hospital Leonardo da Vinci, na Aldeota, que começou a funcionar neste domingo, dia 22, dispondo de 230 leitos e 30 leitos de UTI para  atender pacientes portadores do coronavírus no Estado.

A CEGÁS é uma empresa de economia mista e iniciou suas operações em 1994 com a missão de fornecer gás natural canalizado e soluções energéticas para o desenvolvimento do Ceará. Com uma rede de gasodutos espalhados pelo Estado, a CEGÁS fornece essa importante fonte de energia para indústrias, comércio, veículos e residências.

Além de ser mais econômico, seguro, limpo e confortável do que os demais energéticos, já que o seu fornecimento é contínuo, cerca de 13% do gás distribuído pela CEGÁS é totalmente renovável e é gerado pelo biogás produzido no aterro de lixo da Região Metropolitana de Fortaleza.

Clique aqui e saiba como se prevenir contra o Covid-19

 

Paulo Mota

Assessor de Comunicação e Marketing da Cegás

E-mail:   paulo.mota@cegas.com.br

Tel: 085 3266-6924

Cel: 085 98902.5661

 

 

 

 

Notícias recentes

CEGÁS leva gás natural para mais dois hospitais que atendem infectados pelo coronavírus

por ASCOM

Mais dois hospitais que atendem pacientes infectados pelo coronavírus (COVID-19) no Ceará estão usando o gás canalizado pela Companhia de […]

CONTINUE LENDO

Presidente da CEGÁS defende ampliação do mercado de GNR em seminário internacional

por Paulo Mota

O presidente Companhia de Gás do Ceará (CEGÁS), Hugo Figueirêdo, apontou hoje em seminário internacional promovido pelo Biogas Research Center […]

CONTINUE LENDO

Dicas de segurança no uso do gás natural

por ASCOM

DICAS DE SEGURANÇA Não estoque produtos inflamáveis no abrigo do Conjunto de Regulagem e Medição – CRM ou perto dos […]

CONTINUE LENDO