CEGÁS sedia evento de encerramento da Expedição Jornalística Ceará Gastronômico

A Companhia de Gás do Ceará (CEGÁS) sediou ontem em seu auditório a concertação de encerramento da Expedição Jornalística Ceará Gastronômico, realizada pelo jornal O POVO e da Rádio O POVO CBN.

Iniciada no último dia 15 de dezembro, a Expedição Jornalística Ceará Gastronômico é patrocinada pela CEGÁS e percorreu 14 cidades do Estado (entre serra, sertão e litoral) com o objetivo de cartografar a regionalidade diversa de nossa cozinha.

Ao todo, o projeto percorreu 2 mil km de estrada. O evento foi gratuito, aberto ao público e aconteceu pela manhã, das 8h às 12 horas.

O presidente da CEGÁS, Hugo Figueirêdo, ressaltou a alegria da empresa sediar o evento e a importância da expedição. “É muito gratificante abrigar um evento com a riqueza desta expedição. Além de ser um dos vetores da economia do Ceará, a gastronomia é um dos eixos temáticos da política de comunicação da CEGÁS, já que somos fornecedores do insumo que abastece os principais elementos da cadeia produtiva da alimentação”, disse.

Do café verde sombreado – plantado em curva de nível na Serra de Guaramiranga – ao baião de dois feito com fava e arroz da terra – comum nas mesas de Redenção -, a culinária cearense é reconhecida por unir forte ancestralidade aos métodos mais modernos de produzir insumos.

A Expedição Jornalística Ceará Gastronômico conta com curadoria gastronômica do chef Fernando Barroso e curadoria acadêmica do Observatório Cearense da Cultura Alimentar (OCCA).

“Gastronomia é um patrimônio imaterial fundamental para entendermos nossa formação enquanto civilização. Realizamos as concertações no interior e trouxemos muito material para a produção de um documentário e um livro sobre a narrativa da expedição e entrevistas”, explica o coordenador do projeto e diretor de marketing do O POVO, Cliff Vilar.

Professora do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da Uece, Kadma Marques acompanha a expedição como integrante da OCCA e revela: a cozinha cearense é feminina e plural. “Destacamos pelo menos três dimensões do projeto: a primeira é a econômica, com o deslocamento do eixo turístico consagrado entre sol e mar para o interior. A segunda é a dimensão cultural, identitária, de memória e patrimônio que coloca ênfase numa cultura alimentar da atividade cotidiana não percebida, mas que elabora símbolos. A terceira, por fim, é a da singularidade das histórias por trás dos pratos feitos. São trajetórias de vidas principalmente de mulheres que aprenderam com suas mães e avós e transmitem esses conhecimentos com uma forte carga afetiva”, elucida.

Os municípios visitados foram Redenção, Aquiraz, Mulungu, Aratuba, Guaramiranga, Jaguaribe, Juazeiro, Crato, Ipu, Ubajara, Viçosa, Icapuí, Aracati e Fortaleza.

*com a colaboração da reportagem de O Povo.

 

Paulo Mota

Assessor de Comunicação e Marketing

E-mail: paulo.mota@cegas.com.br

Tel: 085 3266-6924  Cel: 085 98902.5661

 

Notícias recentes

CEGÁS e Cine Ceará apresentam filmes de cinema de animação realizados por alunos de escolas públicas.

por Rondnei

Alunos de três escolas públicas de Fortaleza participaram de um novo projeto de audiovisual realizado pelo Cine Ceará, em parceria […]

CONTINUE LENDO

CEGÁS encerrou 2018 com recordes históricos de consumo na maioria dos segmentos de distribuição no Estado

por Paulo Mota

A Companhia de Gás do Ceará (Cegás) encerrou o ano de 2018 com um volume médio de gás natural comercializado, […]

CONTINUE LENDO

Programa Mais Você, da Rede Globo, veicula reportagem sobre o GNR distribuído pela CEGÁS

por Paulo Mota

A TV Globo veiculou hoje no programa Mais Você, apresentado por Ana Maria Braga, uma reportagem sobre a distribuição de […]

CONTINUE LENDO