Companhia de Gás do Ceará convoca mais três aprovados em seu último concurso público

CONCURSO PÚBLICO CEGAS 2016

 

CONVOCAÇÃO PARA ADMISSÃO

 

O Presidente da Companhia de Gás do Ceará – CEGÁS, no uso de suas atribuições e considerando o disposto no item 8 – Das Exigências para a Contratação do Edital do concurso, vem pelo presente convocar os seguintes candidatos, respeitada a ordem de classificação:

CICERO BORGES DE ANDRADE FILHO, para o cargo de ASSISTENTE TÉCNICO – TÉCNICO EM MECÂNICA, classificação 018

FRANCISCO CRISTOVÃO MAIA GOMES, para o cargo de ASSISTENTE TÉCNICO – TÉCNICO EM MECÂNICA, classificação 019

GLEIDSON NILSON PEREIRA FRANCO, para o cargo de ASSISTENTE TÉCNICO – TÉCNICO EM MECÂNICA, classificação 020,

os quais deverão comparecer no prazo máximo de 05 (cinco) dias da data do recebimento desta convocação, munidos dos documentos abaixo, conforme item 8.6 do edital:

 

Comprovação dos pré‐requisitos/escolaridade constantes do Anexo II deste Edital;

 

  • Certidão de nascimento ou casamento (conforme o respectivo estado civil);
  • Certidão de nascimento dos filhos menores que 24 anos (para maiores de 21 anos apresentar também atestado escolar);
  • Comprovante de residência com bairro e CEP;
  • Título de eleitor, com o comprovante de votação na última eleição;
  • Certificado de Reservista, para os candidatos do sexo masculino;
  • Cédula de identidade;
  • Carteira de trabalho e Previdência Social ‐ cópia da página da foto e verso
  • Cadastro de Pessoa Física – CPF;
  • Documento de inscrição no PIS ou PASEP, se houver;
  • Cartão do SUS, extensivo aos dependentes;
  • Carteira Nacional de Habilitação (CNH), Tipo B, para os cargos de Técnico e Engenheiro;
  • Declaração de que não exerce cargo ou função pública não‐acumulável na administração pública federal, estadual ou municipal, conforme vedação constante das normas do parágrafo 10, Art. 37, da Constituição Federal;
  • Folhas de antecedentes da Polícia dos Estados onde tenha residido nos últimos cinco anos, expedidas, no máximo, há seis meses;
  • Certidão de distribuição emitida pela Justiça Estadual, expedida, no máximo, há 06 (seis) meses;
  • Declaração de disponibilidade de horário de acordo com as necessidades do serviço;
  • Currículo atualizado (assinado);
  • 01 (uma) foto 3×4 recente; e
  • Idade mínima de 18 (dezoito) anos completos.

 

Fortaleza, 29 de abril de 2019

Hugo Santana de Figueirêdo Junior

Diretor Presidente

 

concurso-publico-2016

Cegás assina contratos com projetos do Programa CEGÁS de Responsabilidade Social 2018-2019

 

Ato reuniu diretoria, funcionários da CEGÁS e representantes dos projetos

A diretoria da Companhia de Gás do Ceará (CEGÁS) realizou hoje um ato para celebrar a assinatura dos contratos com os projetos selecionados pelo Programa CEGÁS de Responsabilidade Social. O evento ocorreu no auditório do Espaço CEGÁS de Cultura e contou com a presença de gestores e funcionários da CEGÁS.

O Programa CEGÁS de Responsabilidade Social fez a escolha dos projetos em forma de seleção pública e foi criado pela CEGÁS com o objetivo de democratizar e sistematizar o acesso aos recursos disponíveis para o patrocínio de ações nas áreas da cultura, educação, esportes, meio ambiente e saúde.

As inscrições foram gratuitas e ocorreram de 20 de novembro a 05 de dezembro, diretamente no site da CEGÁS: www.cegas.com.br. A divulgação dos resultados foi no dia 01 de fevereiro de 2019. Ao todo, foram inscritos 27 projetos. Deste total, 10 foram selecionados.

A diretora da Associação Vidança, Anália Timbó, falou em nome dos selecionados e destacou a importância do programa. “O nosso sentimento genuíno é de gratidão. Gratidão à CEGÁS pela sensibilidade em manter esse programa, gratidão ao Ceará por ter tantos valores culturais e, por fim, alegria por podermos desenvolver um trabalho tão digno com centenas de crianças”, disse Anália.

O Diretor Técnico e Comercial da Cegás, Fabrício Bomtempo, elogiou a diversidade dos projetos selecionados e destacou a sinergia entre o Programa CEGÁS de Responsabilidade Social e os valores defendidos pela empresa.

O presidente da CEGÁS, Hugo Figueirêdo, fez um balanço sobre os bons resultados econômicos obtidos pela CEGÁS em 2018 e destacou o apoio dado aos projetos de responsabilidade social. “É bom comemorar o crescimento econômico, mas melhor ainda é saber que esse crescimento foi acompanhado do apoio a projetos tão bonitos e que contribuem efetivamente para melhorar a vida de pessoas de nossa comunidade”

Figueirêdo destacou ainda a criação do Espaço CEGÁS de Cultura, que funciona desde o ano passado na nova sede da empresa, na av. Washington Soares, 6475, no bairro José de Alencar.

“A CEGÁS entende que o apoio à cultura, ao esporte, ao meio ambiente e à promoção social são vetores importantes para o desenvolvimento do Ceará, ao mesmo tempo que vê o marketing cultural e esportivo como ferramentas para aproximar a empresa dos seus clientes e da sociedade cearense”, complementou Figueirêdo.

Paulo Mota

Assessor de Comunicação e Marketing da Cegás

http://www.cegas.com.br

E-mail:   paulo.mota@cegas.com.br

Tel: 085 3266-6924

Cel: 085 98902.5661

 

Chamada Pública para aquisição de gás natural no Nordeste recebe mais de 20 propostas

As distribuidoras de gás natural dos estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe alcançaram um resultado significativo na chamada pública para aquisição de gás natural. O prazo de entrega das propostas terminou na última sexta-feira (12/04). No total, a chamada recebeu 23 propostas, de nove players nacionais e internacionais, contemplando 38 modalidades de suprimentos.

Agora, as propostas recebidas serão encaminhadas para análise de aderência e conformidade ao edital de cada concessionária. Com a chamada pública coordenada, que reúne as distribuidoras Algás (Alagoas), Bahiagás (Bahia), Cegás (Ceará), PBgás (Paraíba), Copergás (Pernambuco), Potigás (Rio Grande do Norte) e Sergás (Sergipe), o objetivo é diversificar as fontes supridoras de gás
natural e buscar preços mais competitivos para obter condições mais favoráveis de desenvolvimento e competitividade às indústrias da região.

O resultado foi considerado histórico pelos dirigentes das sete concessionárias.“O resultado da chamada foi expressivo. Entre as regiões do País, o Nordeste é o que possui o maior mercado do setor fora do eixo Rio–São Paulo, o que atrai a atenção de grupos nacionais e internacionais da cadeia produtiva do gás natural. Com essa iniciativa, as distribuidoras reforçam ainda mais o seu papel de expansão das redes de distribuição, buscando atender cada vez mais consumidores a condições competitivas”, afirma o presidente da Cegás, Hugo Figueirêdo.
Para a chamada, as distribuidoras do Nordeste somam um volume potencial de aquisição de 9,4 milhões de metros cúbicos diários do combustível.

Chamada pública coordenada na região Centro-Sul

Na região Centro-Sul do país, cujo volume potencial de aquisição é de 9,9 milhões de metros cúbicos diários de gás natural, o resultado da chamada pública das distribuidoras também foi considerado um sucesso. O prazo de entrega das propostas terminou no dia 29 de março e foram recebidas 51 propostas, de 15 empresas diferentes. Dentre as empresas que apresentaram propostas para as empresas do Sul estão seis players globais, três comercializadoras, três de gás de síntese/renovável e três de gás natural liquefeito small scale.

Sobre a Abegás

Criada em 1990, a Associação Brasileira das Empresas Distribuidoras de Gás Canalizado (Abegás) representa as empresas concessionárias dos serviços de distribuição de gás canalizado no Brasil.
Tem como visão ser referência institucional na indústria do gás natural, representando os interesses do serviço de distribuição, agindo para proteger as concessões públicas, a garantia de suprimento e a ampliação do atendimento.

Em seus 28 anos de existência, a Abegás tem atuado para que ocorra a ampliação da oferta de gás natural no país, quer seja de produção nacional ou por meio de importação; no estímulo ao
fortalecimento das empresas distribuidoras de gás canalizado em todos os Estados da Federação;no intercâmbio e na cooperação técnica e institucional entre seus associados e outras entidades
e, bem como, na colaboração com órgãos do governo federal e dos governos estaduais naformulação de programas de desenvolvimento e fortalecimento da indústria brasileira do gás natural.

*da assessoria de imprensa da Abegás.

CEGÁS e Cine Ceará apresentam filmes de cinema de animação realizados por alunos de escolas públicas.

Estudantes de escolas públicas em oficina de cinema
Imagem: Assessoria Cine Ceará

Alunos de três escolas públicas de Fortaleza participaram de um novo projeto de audiovisual realizado pelo Cine Ceará, em parceria com Companhia de Gás do Ceará (CEGÁS). Trata-se da Oficina de Cinema de Animação Cine Ceará/Cegás, fruto de um projeto aprovado pelo PROGRAMA CEGÁS DE RESPONSABILIDADE SOCIAL.

Meio Ambiente e Gastronomia foram os temas escolhidos para a atividade. Este é o primeiro programa na área do cinema de animação da CEGÁS, que inaugurou no ano passado o Espaço CEGÁS de Cultura. O espaço conta com um auditório de 150 lugares, área para exposições, uma sala para treinamento e funciona no andar térreo da sede da empresa, na av. Washington Soares, 6475, perto da Casa José de Alencar.

Foram três oficinas, cada uma realizada na própria escola dos participantes, durante três dias, totalizando 9 horas/aula. As atividades aconteceram na Escola de Ensino Médio Liceu de Messejana, na Escola de Ensino Fundamental e Médio Iracema e na E.E.M Professora Tecla Ferreira, localizadas no entorno da sede da Cegás no bairro José de Alencar.

No total, 60 jovens, sendo 20 de cada escola, tiveram pela primeira vez a oportunidade de participar de uma capacitação técnica, artística e profissional, em animação. As aulas foram conduzidas pelo cineasta Telmo Carvalho, professor do Núcleo de Cinema de Animação (NUCA) da Casa Amarela Eusélio Oliveira, da Universidade Federal do Ceará (UFC).

A primeira aula foi introdutória no assunto, abordando o que é animação, como se produz quadro a quadro. “Falamos um pouco do tema ‘Meio Ambiente e Gastronomia’ e os alunos já criaram as ideias em grupos”, explica Telmo.

No segundo dia, as ideias foram transformadas em roteiro e os alunos fizeram a animação propriamente dita, ou seja, partiram para a etapa dos desenhos e da pintura. A terceira aula foi dedicada à filmagem dos desenhos. “Para isso, levamos o equipamento, que chamamos de truca. É uma câmera ligada ao notebook e tem um programa que faz a captura quadro a quadro”, explica.

Segundo Telmo Carvalho, durante os três dias de atividade em cada oficina, os alunos foram distribuídos nas funções conforme a aptidão de cada um. “A gente identificou quem tem mais habilidade para o desenho, para a arte, tem os que são mais técnicos, outros mais ligados à fotografia, então acaba havendo uma divisão entre eles nas funções de animação, arte final e filmagem”.

Encerrada cada oficina, a equipe do NUCA edita o material filmado de cada oficina, insere uma música e finaliza os três filmes, com duração de 15 a 30 segundos cada. Os três foram gravados em DVD.

A escolha dos projetos patrocinados pelo PROGRAMA CEGÁS DE RESPONSABILIDADE SOCIAL ocorre anualmente e se dá em forma de seleção pública. O programa foi criado pela CEGÁS com o objetivo de democratizar e sistematizar o acesso aos recursos disponíveis para o patrocínio de ações nas áreas da cultura, educação, esportes, meio ambiente e saúde.

“A CEGÁS reafirma que o apoio à cultura, ao esporte e à promoção social são importantes para o desenvolvimento do Ceará, ao mesmo tempo que vê o marketing cultural e esportivo como ferramentas para aproximar a empresa dos seus clientes e da sociedade cearense”, disse Hugo Figueirêdo, presidente da CEGÁS .

A seleção foi baseada na qualidade técnica , atendimento aos interesses da comunidade, viabilidade financeira e condições de sustentabilidade do projeto, além da potencialidade de consolidação da imagem da CEGÁS.

A CEGÁS é uma empresa de economia mista e foi constituída em 1994 com o objetivo de fornecer Gás Natural canalizado e soluções energéticas para o desenvolvimento do Ceará. Com uma rede de gasodutos espalhados pelo Estado, a CEGÁS fornece essa importante fonte de energia para indústrias, comércio, veículos e residências.

Click nos links abaixo para ver os filmes:

Cegás lago poluído
Cegás consciência ambiental
Cegás cuscuzland
Cegás garrafa mágica
Cegás lixeira
Cegás mata
Cegás rapadura
Cegás revolta do coqueiro
Cegás baião com ovo

 

Paulo Mota

Assessor de Comunicação e Marketing

E-mail: paulo.mota@cegas.com.br

Tel: 085 3266-6924  Cel: 085 98902.5661

*em parceria com a assessoria de imprensa do Cine Ceará

CEGÁS encerrou 2018 com recordes históricos de consumo na maioria dos segmentos de distribuição no Estado

A Companhia de Gás do Ceará (Cegás) encerrou o ano de 2018 com um volume médio de gás natural comercializado, excluindo o consumo termoelétrico, de 525.203 m³/dia, o que corresponde a um aumento nas vendas de aproximadamente 14,5% em relação a 2017 (458.872 m³/dia), acima da média de crescimento do segmento nacionalmente, que foi de 2,8%.

Este aumento ex-térmico se deu em função da retomada do crescimento econômico no país e da entrada da Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP) na carteira de clientes da CEGÁS, além de um maior esforço comercial por parte da CEGÁS.

Em 2018, a CEGÁS registrou recordes históricos de: a) Maior volume comercializado não térmico, 573,8 mil m³/dia na média, em novembro de 2018; b) Maior volume comercializado no segmento industrial, 330 mil m³/dia na média, em novembro de 2018; c) Maior volume comercializado em único dia, 686 mil m³; d) Maior volume comercializado no segmento automotivo, 229,6 mil m³/dia na média, em dezembro de 2018;

Pode-se destacar que os segmentos residencial, comercial, industrial também cresceram acima da média nacional, enquanto o segmento automotivo praticamente acompanhou a evolução nacional.

O segmento residencial foi o que mais cresceu, apresentando um volume médio diário de gás natural comercializado em 2018 da ordem de 3.459 m³/dia, o que corresponde a um crescimento de aproximadamente 25,4% em relação a 2017 (2.760 m³/dia), aumentando assim o ritmo de crescimento verificado em anos anteriores, fruto da estratégia de expansão traçada pela Companhia neste segmento. No mesmo período, a média de crescimento do segmento nacionalmente foi de 7,1%.

No segmento industrial, foi registrado um volume médio de gás natural comercializado em 2018 de 298.386 m³/dia, o que corresponde a um aumento de 19,7% em relação a 2017 (249.329 m³/dia), justificada a entrada ao final de dezembro de 2017 da Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP) na carteira de clientes da CEGÁS. A média de crescimento do segmento nacionalmente, no mesmo período, foi de 4,3%.

O segmento comercial apresentou um volume médio de gás natural comercializado em 2018 da ordem de 8.413 m³/dia, o que corresponde a um aumento de aproximadamente 9,6% em relação a 2017 (7.677 m³/dia), resultado este fruto da estratégia de expansão traçada pela Companhia neste segmento. No mesmo período, a média de crescimento do segmento nacionalmente foi de 7,9%.

No segmento veicular, considerando inclusive a comercialização de gás natural veicular comprimido, foi registrado um volume médio comercializado em 2018 da ordem de 206.060 m³/dia, o que corresponde a um aumento de 11,9% em relação a 2017 (184.073 m³/dia), demonstrando recuperação deste importante segmento de mercado, fruto da competitividade do gás natural frente à gasolina e ao etanol. Este segmento praticamente acompanhou a evolução nacional no mesmo período, que foi de 12,3.

Já o segmento termoelétrico apresentou um volume médio diário de gás comercializado em 2018 da ordem de 308.800 m³/dia, o que corresponde a uma redução de aproximadamente 72,6% em relação a 2017 (1.128.280 m³/dia), justificada pela suspensão de fornecimento, pela Petrobras, de gás para a geração de energia.

O segmento autoprodução (cogeração) apresentou um volume médio de gás natural comercializado em 2018 da ordem de 8.884 m³/dia, o que corresponde a uma redução de aproximadamente 40,9% em relação a 2017 (15.034 m³/dia), justificada pela migração de clientes para o segmento industrial.

Quando incluído o consumo de gás natural pelo segmento termoelétrico, o volume médio total de gás comercializado pela Cegás  em 2018,  foi de  834.003 m³/dia, o que corresponde a uma redução nas vendas de 47,5% em relação a 2017 (1.587.152 m³/dia).

Os gráficos abaixo apresentam a evolução das vendas da Companhia nos últimos cinco anos e a participação em 2018 dos segmentos da CEGÁS em suas vendas, considerando, em ambos os casos, o cenário com e sem o consumo no segmento térmico:

 

Em 2017, a Receita Bruta Total da Cegás foi de R$ 499,5 milhões, cerca de 12,1% inferior àquela realizada em 2017 (R$ 568,2 milhões). Se considerarmos a Receita Bruta de Distribuição ex-térmica, a mesma foi cerca de 34,7% maior do que no ano anterior, passando de R$ 316,2 milhões em 2017 para 425,8 milhões em 2018.

A receita líquida gerada por essas atividades em 2018 alcançou o montante de R$ 366,4 milhões, detalhadas por cada segmento na tabela a seguir:

 

Pode-se observar que, com exceção dos segmentos Térmico e Cogeração, os demais segmentos da Companhia apresentaram crescimento da Receita Líquida de 2017 para 2018.

O EBITDA, indicador que desconsidera os impostos sobre o lucro, a depreciação e a amortização, além do resultado financeiro obtido pela Companhia, totalizou em 2018 o montante de R$ 73,1 milhões, o que representa uma redução da ordem de 3,1% em relação ao ano anterior (R$ 75,4 milhões).

O Lucro Líquido em 2018 foi de R$ 56,6 milhões, 8,2% menor do que aquele verificado no ano anterior (R$ 61,6 milhões).

Mesmo após a realização de investimentos da ordem de R$ 18,9 milhões e de pagamento de dividendos aos acionistas no montante de R$ 37,1 milhões, a Companhia encerrou o ano de 2018 com um saldo de Caixa total de R$ 122,2 milhões, acrescido de R$ 8,5 milhões de aplicações financeiras sendo que, deste montante, R$ 3,8 milhões estão indisponíveis por garantia de empréstimo financeiro. Esses números evidenciam a solidez da situação financeira da companhia.

Em 2018, a CEGÁS passou a injetar gás natural renovável (GNR) na sua rede de distribuição, tornando-se uma das distribuidoras com maior percentual de volume comercializado de GNR, aproximadamente 15%, no mundo.

O presidente da Cegás, Hugo Figueirêdo, disse que os resultados operacionais relatados no Relatório Anual da empresa refletem um esforço de todos os que fazem a Cegás no sentido de direcioná-la para uma trajetória de crescimento sustentável e com resultados.

“Nossos resultados demonstram que a Cegás está no caminho certo, fazendo as mudanças necessárias para que ela cumpra a sua missão, que é distribuir gás natural de forma a contribuir com o desenvolvimento sustentável do Ceará”, disse Figueirêdo.

Click  aqui   para ler a  íntegra do Relatório de Administração 2018

 

 

Paulo Mota

Assessor de Comunicação e Marketing

E-mail: paulo.mota@cegas.com.br

Tel: 085 3266-6924  Cel: 085 98902.5661